28/12/2011

A gestão do desenvolvimento local no Brasil: (des)articulação de atores, instrumentos e território

Rafael D'Almeida MartinsI; José Carlos VazII; Eduardo de Lima CaldasIII
2010

As ideias de desenvolvimento local são controversas, pouco consensuadas e, às vezes, até antagônicas entre si, tanto no Brasil quanto no debate internacional. Diante dessa polêmica, este artigo discute a gestão do desenvolvimento local a partir de instrumentos selecionados por meio de uma análise exploratória não apenas conceitual e teórica, mas sobretudo prática. Do ponto de vista metodológico, foi realizada uma análise comparada de experiências regionalmente distribuídas, levando-se em conta suas inserções em redes sociais e seus resultados econômicos na região em que está inserida (Sul, Sudeste e Nordeste). Percebe-se que refletir sobre o desenvolvimento local desdobra-se em duas frentes: uma de reprodução da lógica capitalista em escala localizada (tradicional) e outra de tentativas contra-hegemônicas (solidária). Assim, algumas questões centrais foram identificadas para orientar uma reflexão sobre a intervenção dos atores da sociedade civil e dos governos na formulação de propostas e iniciativas de desenvolvimento econômico local.

Palavras-chave: desenvolvimento local; gestão; território; articulação de atores; instrumentos para gestão social.

BUSCAR EN ESTUDIOS E INVESTIGACIONES

ÚLTIMOS TWEETS

Con la colaboración de: