04/10/2011

Acesso a dados de exportação e importação de cooperativas no Brasil

MDIC - Brasil
2011

No primeiro semestre de 2011, as exportações de cooperativas apresentaram crescimento de 37,7% sobre igual período de 2010, alcançando um total de US$ 2,746 bilhões. Considerando a série desde 2005, para o período em análise, este foi o maior resultado alcançado. Além disto, entre janeiro e junho, apenas em 2009 as exportações do setor não registraram expansão relativamente ao período anterior, fato que se explica pela crise financeira internacional, que ensejou retração no comércio mundial.

Do lado da importação, houve, também, expansão de 44,4% nas compras externas efetuadas por cooperativas, que passaram de US$ 114,3 milhões, em janeiro-junho de 2010, para US$ 165,1 milhões, em janeiro-junho de 2011. Frente aos períodos de anos anteriores a partir de 2005, o comportamento das importações realizadas por cooperativas foi errático, crescendo nos primeiros semestre dos anos 2007, 2008 e 2011, em relação ao mesmo período do ano anterior, e decrescendo nos demais.

No que diz respeito à participação na pauta, considerando os seis primeiros meses do ano, as exportações das cooperativas passaram de 1,9%, em 2005, para o patamar de 2,3% em 2011. Sob a ótica das importações, a participação é bem menos significativa, tendo alcançado seu patamar máximo, 0,4%, em janeiro-junho de 2008. Atualmente, esta participação é de 0,2%.

BUSCAR EN ESTUDIOS E INVESTIGACIONES

Con la colaboración de: