03/10/2019

Guia Prático da Economia Social

2019

A Cooperativa António Sérgio para a Economia Social (CASES) acabou de lançar o Guia Prático da Economia Social.

A economia social portuguesa integra mais de 70 mil entidades, com personalidade jurídica diversa, democraticamente organizadas, criadas para satisfazer as necessidades dos seus membros, que produzem bens ou serviços sem finalidade lucrativa.

O setor da economia social, constitucionalmente consagrado, carateriza-se, assim, por uma forte diversidade, sendo constituído, designadamente, por associações, cooperativas, fundações, misericórdias e mutualidades.

Este setor tem contribuído para a coesão social, combatendo o desemprego, a instabilidade laboral, bem como a exclusão social entre os grupos mais vulneráveis, através do desenvolvimento de diversas atividades.

A utilidade social destas entidades decorre também dos seus valores e princípios, assentes na promoção da pessoa humana e das comunidades, através de práticas de cooperação, de solidariedade e de justiça social.

Este Guia Prático pretende divulgar o setor da economia social, demonstrando a riqueza e diversidade das entidades que o constituem e das atividades por elas desenvolvidas, reunindo informação útil sobre o seu universo, as suas especificidades, bem como sobre os procedimentos de constituição e de reconhecimento das suas entidades.

A publicação pode ser acedida em:

https://www.cases.pt/wp-content/uploads/2019/09/Guia_Pr%C3%A1tico_da_Economia_Social.pdf

BUSCAR EN ESTUDIOS E INVESTIGACIONES

ÚLTIMOS TWEETS

Con la colaboración de: